Em meio à competitividade crescente do mercado de clínicas veterinárias (uma área que, por si só, já demanda diferenciais), gerenciar um negócio de sucesso exige jogo de cintura e muita dedicação por parte do empreendedor.  

 

É sabido, afinal, que as graduações privilegiam a bagagem técnica do profissional, muitas vezes deixando de lado os valiosos conhecimentos administrativos que auxiliam a conquistar uma posição bem-sucedida no segmento. 

 

A melhor saída para essa situação, nesse sentido, é: capacite-se. Hoje, os médicos veterinários podem ir atrás de habilidades empresariais através de cursos de educação continuada. Para além dos cursos, buscar conhecimento especializado é sempre um excelente ponto de partida para começar ou reestruturar a sua gestão de clínica veterinária. 

 

Com isso em mente, listamos 5 desafios comuns da empreitada e como vencê-los. Vamos lá?  

5 desafios da gestão de clínica veterinária que você precisa vencer

 

1. Ei, sua clínica tem planejamento estratégico? 

 

Se o termo “planejamento estratégico” parece um palavrão do mundo corporativo, saiba que é uma das etapas mais básicas para qualquer empreendedor – e não tem mistério! Em poucas palavras, definir um planejamento estratégico significa saber para onde sua clínica veterinária está indo. Simples, certo? 

 

Quem é dono de clínica sabe o quanto é fácil se perder na rotina. Os animais, afinal, podem chegar a qualquer momento para fazer um atendimento, se vacinar ou fazer um exame. Isso pode fazer com que você fique cada mais mais focado nos procedimentos diários, e não dê a devida atenção às questões administrativas. 

 

Nesse contexto, o planejamento é um documento que norteia toda a gestão de clínica veterinária, sendo um grande aliado do gestor. Nele, você vai definir pontos importantes como: 

 

  • objetivos de médio e longo prazo;
  • meta de faturamento mensal do negócio;
  • planos para oferecer serviços complementares, reformar o espaço da clínica etc (incluindo os meios e prazos para se atingir esses planos);
  • previsão de ações de marketing que possam fortalecer o negócio, dentre outros. 

O ideal é que essa bússola da gestão de clínica veterinária seja feita no início de cada ano, com acompanhamentos todos os meses para avaliar os resultados conquistados e fazer ajustes. No entanto, nada impede que você invista na criação do planejamento em qualquer época do ano!

 

2. Gestão financeira eficaz

 

Esse é outro dos desafios mais temidos pelos empreendedores de todas as áreas, mas extremamente necessário. Um bom gerenciamento das finanças, afinal, garante a estabilidade e a própria sobrevivência do seu negócio. 

 

Ao contrário do que você pode pensar, não é preciso se tornar um gênio contábil para cuidar do orçamento. Por outro lado, é importante que você tenha conhecimentos básicos sobre fluxo de caixa (verificando quanto dinheiro entra e quanto sai todos os meses), impostos, contas a pagar/a receber e captação de recursos, dentre outras tarefas-chave. 

 

Vale ressaltar que ter uma visão ampla das finanças permite identificar se a clínica vem expandindo no mercado como o esperado, quando é a melhor hora para lançar mão de promoções para aumentar o fluxo de pacientes e se é o momento ideal para investir em um novo equipamento ou funcionário.

 

3. Gestão de pessoas e Recursos Humanos 

 

Mesmo que sua clínica veterinária seja de pequeno porte, nunca negligencie uma boa gestão de pessoas! Funcionários satisfeitos e habilitados, afinal, influenciam diretamente na qualidade do atendimento, no bom andamento das rotinas de trabalho e, em última instância, na imagem do seu negócio do mercado

 

Além de atrair profissionais capacitados e coerentes com o perfil da sua clínica, não deixe de investir no desenvolvimento contínuo da sua equipe. Boas ações incluem promover treinamentos, programas de benefícios, planos de carreira e confraternizações para estimular o vínculo entre o time, além de criar um ambiente de trabalho saudável e agradável para todos. 

Leia Mais: Síndrome de Burnout na Veterinária: 14 sinais para identificar o problema

 

4. Ações de Marketing 

 

O marketing é outro desafio recorrente na gestão de clínica veterinária, mas igualmente essencial para um bom trabalho de branding (criação e fortalecimento de uma marca positiva no mercado) e para aumentar a lucratividade. 

 

O seu plano de marketing, nesse cenário, deve prever ações tanto para fidelizar os clientes existentes (garantindo que eles retornem à clínica e façam indicações) quanto para atrair os novos. 

 

Atualmente, não é possível falar em marketing sem falar no digital, que envolve a criação de um bom site para gerar visitantes que possam ser convertidos em potenciais clientes – além de atualizações frequentes nas redes sociais. 

 

Investimento em identidade visual, campanhas online e eventos presenciais, anúncios pagos na internet e também mídia tradicional (flyers, anúncios em revistas, outdoors) são bons caminhos para sua estratégia. 

ATENÇÃO: Criamos um artigo com tudo o que você precisa saber sobre Marketing Veterinário. Clique aqui para conferir!

 

5. Controle de Estoque 

 

Você tem processos definidos para garantir a agilidade e a eficiência do seu controle de estoque?

 

Muito além de apenas armazenar remédios veterinários ou produtos de uso diário, o almoxarifado exige uma organização detalhada para controlar o que já está estocado e o que precisa ser comprado; gerenciar o registro da entrada e saída de insumos; fazer triagem dos lotes e de mercadorias danificadas e realizar a conferência dos itens entregues pelo fornecedor. 

 

O próprio relacionamento com os fornecedores, o gerenciamento da validade dos produtos, controle de compras e notas fiscais, a atenção às mercadorias para investigar se é preciso fazer promoções para dar saída a itens armazenados… tudo isso pertence ao universo da gestão de estoque, que pode ser simplificada e agilizada com o apoio da tecnologia

 

Hoje, existem softwares especializados no segmento veterinário que são de grande ajuda para essa e outras etapas da gestão de clínicas.

 

Além de contar com a ajuda de sistemas inovadores, entretanto, é fundamental que você esteja por dentro de todos os processos e setores da sua clínica veterinária, dominando as principais noções administrativas

 

Por isso, não hesite em buscar bons cursos de atualização voltados a empreendedorismo e gestão de clínica veterinária na prática. Apostar no seu conhecimento como empreendedor é investir no sucesso do seu negócio! 

Fique atento: em breve a EADVET vai lançar uma plataforma de cursos livres sobre diversos assuntos-chave para os gestores de clínicas e hospitais. Por enquanto, continue a acompanhar o blog para mais conteúdos valiosos sobre o universo da Medicina Veterinária!