Não importa se você ainda é graduando em Medicina Veterinária ou um profissional já atuante no mercado: o investimento em cursos de capacitação na área é vantajoso tanto para complementar os estudos quanto para incrementar os conhecimentos e se destacar da concorrência.

 

O momento de considerar a opção ideal, entretanto, pode trazer muitas dúvidas. Afinal, qual caminho seguir? Como escolher uma boa instituição? Como optar por um modelo de ensino que se encaixe às outras atividades e demandas do dia a dia?

 

Para te ajudar a escolher o curso de capacitação em Veterinária que mais se adapta ao seu perfil e, é claro, que tenha qualidade e agregue real valor , reunimos 3 dicas valiosas. Confira!

Curso de capacitação em Veterinária: importância em meio à competitividade do mercado

Antes de introduzir as dicas, vale a pena lembrar que os cursos de capacitação têm gerado uma demanda crescente no segmento veterinário.

 

Envolvendo desde opções de aprimoramento técnico à oportunidade de ampliar conhecimentos administrativos (que tanto faltam nas graduações), essa modalidade de educação continuada só tende a ganhar força.

 

Se a realidade de um mercado saturado pode assustar, os cursos de capacitação em Veterinária podem trazer habilidades e competências adicionais que ultrapassam os limites da formação acadêmica.

 

Nesse cenário de competitividade e necessidade de diferenciação, alguns dos principais benefícios do ensino complementar são:

  • Atualização em relação às tendências e inovações do segmento veterinário;
  • Diferencial no mercado;
  • Maior empregabilidade;
  • Mais subsídios para alcançar os objetivos de carreira;
  • Curta duração sem comprometer o nível de qualidade, permitindo aliar o aprimoramento profissional à rotina de estudos ou trabalho.

“Certo”, você pode pensar, “eu já sei da grande importância de fazer um curso de capacitação. Mas como escolher a melhor opção?”. É o que veremos a seguir!

3 dicas para acertar na escolha do curso ideal

 

1. Defina suas metas como profissional

Quais são suas metas de carreira? Esse questionamento é chave tanto para estudantes quanto para os que já estão estabelecidos no mercado.

 

É importante ter em mente, afinal, que um curso de capacitação em Veterinária demanda o investimento de tempo e dinheiro nada mais natural que você esclareça seus objetivos antes de se lançar na jornada.

 

Nesse contexto, considerar a área de conhecimento com a qual você mais se identifica  (o que abarca técnicas; rotina de trabalho; opção por atuar em ambiente clínico, zona rural ou meio acadêmico) é item indispensável.

 

Se você já é um profissional atuante, alguns questionamentos importantes a serem feitos são:

 

  • Pretendo prosseguir nessa linha de carreira? Se sim, que tipo de especialização vai acrescentar à minha trajetória pessoal e vai me ajudar a atingir minhas metas? Se não, qual curso me dará uma boa base para começar a transitar pelo mercado e me firmar como autoridade na área desejada?

 

Se você é um estudante, outras reflexões podem guiá-lo até a melhor decisão:

 

  • Considerando minhas experiências em estágio e sala de aula, em qual área de atuação me vejo trabalhando e progredindo?
  • Que tipo de conhecimento adicional será mais valioso para complementar minha formação neste momento?
  • Qual curso mais me ajudará a entrar preparado para o mercado de trabalho (seja como CLT, autônomo ou empreendedor/gestor de clínica)?

 

Para de fato fazer a diferença no seu currículo, é imprescindível que os cursos de capacitação estejam alinhados com seus objetivos. Lembre-se disso!  

 

2. Analise os cursos mais buscados do mercado veterinário

Embora o seu caminho, suas habilidades e seus objetivos profissionais particulares sejam o principal guia da decisão pelo curso ideal, uma dica interessante é ficar por dentro dos cursos de capacitação mais buscados e em alta no mercado.

 

Essas capacitações, afinal, são um bom termômetro das demandas do segmento e podem ser uma bússola valiosa para aqueles que estão em busca de ampliar suas frentes de trabalho e aumentar suas chances de contratação. Confira alguns dos cursos mais procurados:

 

Fisioterapia Animal (Reabilitação)

 

A área de fisioterapia e reabilitação animal tem oferecido oportunidades promissoras para os profissionais da área. Voltado para pequenos animais, o curso permite apreender técnicas de diagnóstico e prescrição da modalidade terapêutica fisioterápica mais indicada.

 

Nutrição Clínica – Cães e Gatos

 

Trabalhando noções importantes do manejo dietético de manutenção de cães e gatos, essa capacitação agrega conhecimentos na área de suporte nutricional, avaliação corporal, melhores indicações de alimentos para pequenos animais saudáveis, prevenção de obesidade e dietoterapia específica para pacientes com patologias diagnosticadas.

 

Cirurgia de Pequenos Animais

 

Atualmente, o veterinário cirurgião está entre os profissionais mais requisitados no mercado. Desenvolvendo a expertise no manejo cirúrgico de pequenos animais, o curso abrange o preparo do animal, anestesia e técnicas e procedimentos cirúrgicos precisos em Veterinária.  

 

Gestão e Empreendedorismo

 

Nem só de conhecimento técnico vive o médico veterinário! Para os gestores e aspirantes a gestores de clínicas e hospitais, o conhecimento em Gestão e Empreendedorismo vem para suprir as demandas muitas vezes negligenciadas pela graduação.

 

Trazendo noções essenciais de finanças, gestão de pessoas, gestão de tempo e projetos, dentre outros, esses cursos têm foco específico na administração de negócios veterinários e são um grande aliado do crescimento e da estabilidade desses empreendimentos.  

 

Marketing Veterinário

 

Na mesma linha do curso de Gestão e Empreendedorismo, a capacitação em Marketing Veterinário mune os profissionais da área de conhecimento estratégico para planejar e executar ações de marketing efetivas, alavancando o crescimento e a sustentabilidade de clínicas e hospitais.

 

3. Pesquise instituições e modalidades de ensino

 

O próximo passo é analisar as opções de instituições e modalidades de ensino. Aqui, é fundamental contrastar sua rotina e suas necessidades atuais com a metodologia e o cronograma do curso de capacitação. De que modo você irá conciliar suas atividades com a especialização?

 

Como já mencionamos, os cursos de capacitação contam com carga horária reduzida, o que possibilita mais facilidade de “encaixe” no dia a dia. Nesse sentido, trazendo ainda mais flexibilização, a modalidade de ensino a distância (EAD), regulamentada pelo MEC, é muitas vezes o caminho escolhido por graduandos e profissionais.

 

Nessa etapa de análise de opções, é essencial considerar fatores como qualidade de ensino, seriedade da instituição, metodologia, grade curricular, expertise acadêmica dos profissionais e, é claro, o alinhamento da proposta dos cursos com seus objetivos e sua rotina.

 

Para as capacitações presenciais, não deixe de analisar também fatores como infraestrutura, localização e quadro docente da instituição.

 

E então, gostou do conteúdo? Esperamos que nossas dicas sejam úteis na sua jornada para a escolha do curso de capacitação em Veterinária ideal!

 

Fique atento: em breve, a EADVET lançará cursos de atualização técnica feitos sob medida para alavancar sua carreira. Por enquanto, não deixe de acompanhar nossas novidades no Facebook, Instagram, LinkedIn e Twitter!